Ícone

Manoel Pedro Guedes

Vinho Verde DOC, Portugal
Castas: 90% Alvarinho + 10% Loureiro
Colheita: 2018 || Graduação Alcoólica: 13.5%


Manoel Pedro Guedes é fruto de uma meticulosa viticultura e enologia da Aveleda, complementada com a criteriosa seleçãoao longo de todo o processo produtivo. Inspirado no primeiro blend que a Quinta da Aveleda produziu, apenas as melhores uvas de Loureiro e Alvarinho provenientes das melhores parcelas da Quinta são selecionadas para este vinho. A vindima é manual e as uvas são transportadas em pequenas caixas de 15kg e arrefecidas durante o transporte até à adega. Nesta fase, há uma seleção bagoa-bago das uvas que são depois prensadas de forma suave. A fermentação decorre parte em barricas de carvalho Francês (50%) e outra parte em inox (50%). O vinho estagia durante 8 meses: 50% em inox e 50% em barricas de carvalho Francês sendo que metade é de madeira nova (50%) e a outra metade de madeira usada. Apenas uma pequena parte do vinho é selecionada, escolhendo apenas as melhores barricas e cubas para composição do lote final. Este lote é depois engarrafado e repousa durante 1 ano em garrafa.

Notas de Desgutação

De um amarelo de média intensidade, Manoel Pedro Guedes deixa adivinhar o tempo que passou a estagiar. O blend de uvas selecionadas de Loureiro e Alvarinho, apresenta um bouquet harmonioso no nariz: notas de jasmim, flor de baunilha e casca de lima, misturam-se com delicadas notas de ananás. Em boca, este vinho começa a revelar toda a sua essência: uma mineralidade ímpar, suportada por uma estrutura amanteigada que enche os sentidos. As notas mais óbvias de toranja madura, ananás, lima, são seguidas de aromas mais discretos a pedra molhada e um leve abaunilhado. Um vinho que se vai desvendando com tempo no copo.

Sugestões de Serviço
  • 10 a 12ºC

  • Pronto a beber, mas beneficia de tempo em garrafa (até 15 anos)

Descarregar Ficha Técnica

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação e para fins estatísticos. Saber mais